Email: contato@projetoreservado.com

Marca x Logotipo x Logomarca – O que é o que? – atualizado

NOTA: Post originalmente publicado em 17/04/2011. Não sou dono da verdade e de vez em quando reconheço quando erro. Quando escrevi esse post, a pouco mais de 2 anos, tinha uma visão um pouco equivocada sobre os termos. Esta é uma atualização, mais ligada ao consenso geral das expressões utilizadas. Espero que ajude!

Afinal, o que é o que?

marcaspj

Quando uma campanha de identidade visual está sendo iniciada, quando é algo totalmente novo, e principalmente quando o planejamento de marketing contempla o interesse em tornar essa identidade realmente forte, cita-se muito a necessidade de criar uma logo, ou uma logomarca, ou simplesmente uma marca, junto com um slogan.

A verdade é que os nomes são ditos de maneira generalizada, sem muita preocupação com o que é realmente o que. E isso porque, as definições são realmente confusas e mudam de acordo com a referência.

No meio publicitário, por exemplo, vejo com frequência que a “marca” é um símbolo ou desenho, o “logotipo” são as letras e a “logomarca” são o símbolo junto com as letras.

Vou tentar esboçar algumas outras linhas sobre o significado de cada nomenclatura.

Marca

Para o Marketing, o significado é amplo e sua definição é bastante extensa e discutida, sendo tema de vários estudos. O termo é frequentemente usado como referência a uma determinada empresa: um nome, marca verbal, imagens ou conceitos que distinguem o produto, serviço ou a própria empresa. De acordo com Philip Kotler, um dos principais nomes do Marketing mundial, a marca possui até 6 níveis de significados: atributos, benefícios, valores, cultura, personalidade e usuário.

De uma forma generalista, podemos conceituar a marca como a ligação entre uma empresa ou instituição, sua missão, visão e valores, e os consumidores. É como se fosse a maneira de dizer a quem está olhando: “Hey, represento tal empresa, que oferece tal serviço ou produto, que irá satisfazer essa sua necessidade ou desejo”. Isso é claro no caso de uma marca forte e admirada.

Conhece?

E esse?

A famosa maçã

Estas marcas dispensam o uso de seus nomes, tal a força que conquistaram no mercado. São casos claros de marcas muito bem estabelecidas.

Logotipo

Logo significa ‘palavra, significado’. Tipo vem de typos e significa figura. Logotipo é uma figura que trás algum significado.

É a forma de representar o nome de uma instituição com um tipo de letra específico e característico. O logotipo é uma assinatura institucional, a representação gráfica da marca. Por isso ela deverá aparecer em todas as peças gráficas feitas para a empresa. Como toda a assinatura, o logotipo precisa seguir um padrão visual que a torna reconhecida onde quer que ela seja estampada. Em alguns casos, o logotipo fica tão conhecido que dispensa o uso de outros elementos, tornando-se ele próprio a marca. É o caso da Coca-Cola.

Logotipo da Coca-Cola

Logotipo Google

Ou em outros casos, há a composição dos elementos de figura junto à tipologia, como nos exemplos abaixo:

logomarca o globo

Rede Globo

Logomarca com o símbolo e o logotipo

Logomarca com o símbolo e o logotipo

Logomarca

A palavra logomarca é um pleonasmo. ‘Logo’ vem do grego logos e significa ‘palavra, significado’ (ops…). Marca vem do germânico marka, que também é ‘significado’. Então logomarca significa ‘significado do significado’… Ou seja, significa nada.

Simples assim.

Mas nada impede que você use. Alguns vão torcer o nariz, falar que está errado, mas é um caso claro de neologismo, em que uma palavra passa a ser real, de tanto usada.

Mais vale uma palavra errada com um briefing decente do que um pedido cheio de palavras corretas, mas que não diz nada.

Slogan

Frase que reforça a marca e procura resumir, em poucas palavras, o posicionamento dessa marca junto ao público. Normalmente é utilizado juntamente com a logomarca, na assinatura de peças de comunicação.

 “Amo muito tudo isso” – McDonalds

“Se é Bayer, é bom” – Bayer

“Quem pede um pede Bis” – Chocolates Bis

“Não tem comparação” – Brastemp

“Uma boa ideia” – Caninha 51

“Tem 1001 utilidades” – Bombril

 Isso só pra lembrar alguns.

Como fica claro, o slogan precisa ser curto e desenvolvido a passar, com poucas palavras, toda uma estratégia de posicionamento da marca.

Bem, espero que não tenha ficado muito mais confuso… Pra falar a verdade, no meio do post eu mesmo estava me questionando sobre o que tinha escrito antes. Mas isso foi o mais próximo que cheguei de um consenso comigo próprio.

 Talvez eu dê uma revisada posteriormente. Se alguém tiver comentários, sintam-se à vontade!

The following two tabs change content below.

Fernando Rhey

Formado em Marketing, com Especialização em Gestão de Projetos, fã de quase todos os gêneros de rock e apreciador de filmes de suspense e terror, embora quase nunca admita que tomo sustos.
Comentários

Olá, Jesse!!
O casamento não vai mais dar, mas se precisar de uma ajuda pros estudos, tamo junto!! rs
Abraço! ;)

jesse disse:

cara tu é perfeito entao, casa comigo??? srsrsrsr gostei e me ajudou basntante pros estudos. obrigada

Hoje em dia eu concordo com você…

Obrigado pelo comentário (há 1 ano atrás…. rs)

Olá, Vinicius! Tudo bem?
Bem, não sei qual a razão pela sugestão do nome NOCTUA (pode ter algo mais pessoal de seu sócio), mas confesso que não soou muito bem para mim (é apenas minha opinião pessoal, ok)? Até entendo a tentativa de conexão com a coruja e já fiz muito isso de procurar nomes em línguas diferentes, mas nesse caso tá dando a impressão de que é um anagrama ou uma sigla, não que é uma palavra em latim.
Ainda penso que precisa ser algo mais simples, que não corra o risco de ser falado errado pelas pessoas, sabe?

Vinicius disse:

Eu tenho um socio, e ele sugeriu o nome NOCTUA, q é coruja em latim, nao gostei do nome, mais queria saber opiniões das quais sao feitas por pessoas conhecidas do assunto.O que voce acha do nome? e pode ser sincero (HASUHUAS)
e muito obrigado pela resposta ajudou bastante.

Fernando Xavier disse:

Olá, Roger!

Obrigado pela visita! Como você não apresentou argumentos sobre sua opinião, não posso contraargumentar ou mesmo concordar, então apenas respeito!

Logomarca ou logotipo, o que importa é o resultado, certo?

Abraços!

Roger_canvas disse:

Discordo, acho errado usar o termo logomarca.

Olá, Vinicius! Tudo bem?
Obrigado pelo comentário e desculpe pela demora em responder. Foi uma semana daquelas, rs..
Bem, não sei se você já escolheu seu nome, mas creio que ainda dê tempo para fazer alguma sugestão.
A escolha do nome é um processo delicado (ou pelo menos deveria ser) e requer atenção, pois é o que as pessoas levarão de referência sobre seu negócio. Um nome difícil, muito grande ou muito comum podem complicar essa memória. Você provavelmente já tem alguns nomes em mente, e isso é justificado até pelo fato de já ter escolhido a coruja como símbolo. Pense na razão pela qual a escolheu e pense em um nome que reflita isso. Por exemplo: pra mim, uma coruja lembra inteligência, sabedoria, sagacidade. Seu nome precisaria refletir isso, de certa forma.
À distância, sem conhecer seus negócios, é difícil sugerir nomes. Isso porque eles podem ser bem genéricos (como sobrenomes, por exemplo: Xavier Confecções) ou ser mais ligados diretamente ao que você fará. Aí entra questão de público-alvo. Por exemplo, se você quer usar a coruja para uma confecção de roupas finas, é uma ideia. Porém, se confecção de uniformes para empresas, é outra ideia. Não que não poderia ser a mesma, mas você já sai com um passo bem dado se essa identidade for coerente com o plano de negócios que pretende seguir com a empresa.
Não sei se deu pra ajudar muito (isso é tema pra uma longa conversa – ou até um post), mas estou à disposição para trocarmos algumas ideias, se puder ajudar de alguma forma.

Obrigado pela visita mais uma vez!

Vinicius Aguiar disse:

Ná verdade estou com duvida em qual pode ser o nome, corrigindo meu post abaixo

Vinicius Aguiar disse:

Estou com um grande problema, estou abrindo uma empresa na area de confecções, e nao estou com duvida qual pode ser o nome da marca, a logo é uma coruja, como eu posso fazer pra chegar a um nome em que o marketing seja muito bom? ou até mesmo uma sujestao de nome kkk..

Ps: Gostei muito da sua explicaçao.

Olá, Ramires!

Muito obrigado pela visita e pelo comentário. Realmente é um assunto que gera debates que, no meu ponto de vista, não são necessariamente importantes. Para quem trabalha na área, é óbvio que o dia-a-dia, a prática importa muito mais do que os conceitos. E para quem é leigo, os nomes são referências no que diz respeito a pedidos, solicitações e aprendizado. Seja uma “logomarca” ou um “logotipo”, se a mensagem for bem transmitida, creio que a missão está cumprida!

Abraços!

Ramires disse:

Muito bem explicado amigo, esses designers que ficam corrigindo quem fala logomarca, são todos vindos de uma linha tendenciosa, extremamente sem fundamento, no caso sempre dizem que a palavra logomarca é redundante, se baseado na linguagem grega e latim totalmente sem critério de tradução. Eu estou no 4° semestre do curso de design, sou leigo em muitas coisas mas não caio na onda da maioria, até por que a unanimidade é burra.

Olá, Dessa!!

Fico contente em saber!

Obrigado pela visita!

Olá, Onezimo!

Que bom que você gostou. Fico contente com isso!

Obrigado pela visita e pelo comentário!

Onezimo urias disse:

muito bom, forma simples e clara, bem simpatico, abraços.

Dessa disse:

me ajudou bastante vlw

Matheusantunes99 disse:

valeu

Olá, Marcos! Primeiramente, obrigado pela visita e pelo tempo dispensado com seu comentário.
Antes de mais nada, gostaria de salientar que ninguém é dono da verdade, o que sinto informar, inclui você. Trabalho na área de Marketing há bastante tempo, tenho contato com diversas agências de publicidade e propaganda, tive aulas com um dos melhores designers de minha região (que inclusive já ganhou alguns prêmios nacionais) e em todos os momentos presenciei discussões sobre a correta terminologia. E, no final desses debates, fica sempre claro que cada “especialista” dá o nome que quiser aos seus bois.
Claro que não estou defendendo exatamente isso, senão não teria dedicado algum tempo escrevendo o post. Agora, chamar de “bobagem” a algo que foi sim fundamentado em pesquisas é, no mínimo, arrogância.
” Entretanto não consenso quanto à definição e alguns designers chegam questionar tal descrição.” Esse é um trecho tirado ali de cima, do próprio post, em que tentei descrever a expressão como um neologismo (que de tanta gente ‘ignorante’ usar, acaba se tornando menos bobagem).
Se por acaso alguma coisa do tipo te ofendeu, desculpa aí…

Boa tarde, Elton! Tudo bem? Obrigado pelo comentário! Volte sempre!

Marcos disse:

Esses termos são utilizados em publicidade, marketing, comunicação visual e etc. Porém, defini-las, cabe apenas a quem a produzem, ou seja, um design gráfico.
Sendo assim, antes de defini-las, deverias conhecer o que diz alguns autores da área de design gráfico, assim não falarias bobagem como “logomarca”, expressão usada erroneamente por aí pois não existe entre os profissionais da área que cria os logos e os logotipos.

Elton Lima disse:

Muito interessante!

Últimos posts

Reprodução

Todo conteúdo do blog Projeto Reservado é aberto para reprodução, desde que preservada a referência nos casos em que se aplica.